História do 3DO

Ir em baixo

História do 3DO

Mensagem por Hickmorais em Sex 18 Abr 2008, 14:02

A História:

A história do 3DO começa em 1991, quando Trip Hawkins teve a idéia de criar não um novo videogame, mas um novo conceito de entretenimento doméstico.

O nome 3DO, embora estranho a princípio, pode ser facilmente compreendido ao levarmos em conta a grandiosidade do projeto de Hawkins. 3DO seria a continuação da sequência Áudio e Vídeo. "Audio", "Video", "Threedeo". Observando o logotipo do 3DO pode-se perceber que isto é verdade (o losango vermelho parece ser a embalagem de um disco/CD na diagonal, o retângulo azul seria uma tela de TV, enquanto a bola amarela é um objeto tridimensional).

Há ainda outras interpretações menos prováveis para o nome. Alguns dizem ter ouvido Trip Hawkins dizer que significaria Three Dimensional Objects ou Three Dimensional Optics.
Outras pessoas dizem que o significado da sigla seria uma alusão à taxa de licença que as empresas teriam de pagar para produzir um título para o sistema, Three Dollars Only.

Hawkins fundou então a The 3DO Company, em parceria com outras empresas de renome no mercado. Seriam elas: Matsushita, AT&T, Time Warner, MCA, Eletronic Arts, venture capital firm Kleiner Parekins Caufield & Byers e New Technology Group.

Mas a The 3DO Company não produziria os aparelhos em si, ela disponibilizaria as especificações para que outras empresas produzissem seus próprios aparelhos 3DO, pagando uma pequena taxa por isso.
Os aparelhos deveriam obedecer às especificações estipuladas, tornando-o padrão, embora cada fabricante pudesse adicionar recursos próprios.

O primeiro modelo de 3DO, o FZ-1, foi lançado em 1993, produzido por ninguém menos do que a Panasonic. Foi o primeiro console com processador de 32-bit do mercado. Suas especificações estavam muito além dos padrões da época. Apesar disso, o alto preço do console (U$ 699,99) e a falta de títulos na época do lançamento manteve muitos consumidores afastados, o que prejudicou o 3DO de ter se solidificado rapidamente no mercado.

Mais tarde, a Panasonic resolveu baratear os custos, lançando um modelo mais econômico (mas com as mesmas especificações internas, afinal o 3DO deveria seguir um padrão). A gaveta automática frontal foi substituída por uma tampa na parte superior, onde o usuário deveria abrí-la e fechá-la manualmente, o joystick ficou menor e perdeu a entrada para fones de ouvido que era embutida no modelo anterior, uma melhoria foi feita ao permitir acessar o gerenciador de memória sem a necessidade de nenhum CD especial (no modelo FZ-1 seria necessário um CD que viesse com essa opção, embora a maioria dos jogos já viessem com ela). Foi lançado então o 3DO FZ-10, custando cerca de U$ 400,00. O problema é que este valor ainda estava consideravelmente acima do que a maioria das pessoas estava acostumada a pagar por um console doméstico (embora as especificações do 3DO estivessem bem acima de qualquer outro console lançado até então), e já haviam sinais de outros consoles 32-bit chegando ao mercado, os consoles da Sega e da Sony.

Apesar dos problemas iniciais, outras empresas também estavam dispostas a produzir seus próprios aparelhos 3DO. O 3DO da Goldstar foi lançado nos Estados Unidos e Coréia com as características externas parecidas com as do FZ-1. Gaveta frontal automática e também não tinha acesso direto ao gerenciador de memória (seria necessário o uso de algum CD com esse recurso).

Outras fabricantes também chegaram a produzir seus sistemas. A Sanyo produziu um 3DO equipado com um visor de cristal líquido na parte da frente. A Samsung também chegou a exibir um protótipo de seu aparelho, e a gigante AT&T exibiu um 3DO que, segundo muitos, viria com um modem analógico embutido. Infelizmente, o aparelho não chegou a ser lançado.

Durante esse tempo, vários acessórios foram lançados/projetados para o sistema. A Creative Labs chegou até mesmo a lançar uma placa que, plugada em um computador, permitia ao usuário rodar CDs do 3DO na telinha do monitor (em janela ou tela cheia), estou falando da Creative 3DO Blaster, que chegou a ser lançada nos Estados Unidos e em algumas partes da Ásia.

Por volta de 1997 o 3DO parou de ser fabricado, mas não está esquecido. Mesmo após esse tempo, o 3DO continua entretendo pessoas ao redor do mundo, que guardam suas coleções com cuidado. Existem também sites (como este) especializados no sistema, que disponibilizam informações, dicas, imagens e vídeos. E caso você esteja a procura de consoles e jogos, existem sites de leilões onde eles podem ser encontrados a preços bem razoáveis.


Especificações:

3DO Interactive Multiplayer
ESPECIFICAÇÕES DA MÁQUINA
Processador ARM 60 de 32-bit RISC 12.5MHz
RAM 2MB
VRAM 1MB
SRAM 32K (backup interno)
ROM 1MB
DSP processador 20-bit de sinais digitais
Compressão de vídeo Cinepack
Resolução 640 x 480 (320 x 240 interno)
Cores Mais de 16 milhões de cores
Áudio 16-bit PCM estéreo (44.1 kHz)
Canais de áudio 13 canais PCM
Velocidade de transferência Dupla (300kb/s)
Compatibilidade 3DO CDs, CDs de áudio, CD+G e Photo CD.
avatar
Hickmorais
Administrador
Administrador

Masculino
Número de Mensagens : 60
Localização : BH
Data de inscrição : 18/04/2008

Ver perfil do usuário http://pspgeral.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum